terça-feira, 30 de dezembro de 2008

D'us é eterno e infinito porque não tem princípio e nem fim



Shalom chaverim!

A finalidade desse tópico é deixar bem claro que nunca um filho nasceu ao mesmo tempo que seu pai e muito menos antes do mesmo, obviamente... Pois para que um filho exista é preciso que antes de mais nada o mesmo seja gerado por um pai, evidentemente... Assim também Yeshua foi gerado pelo seu Pai ou HaShem, aquele que é sem princípio e sem fim... Por isso mesmo quanto ao tempo da sua existência HaShem é eterno, e quanto ao espaço que ocupa no universo Ele é infinito. Yeshua por sua vez é o princípio da criação de D'us e o primogênito, isto é, o primeiro filho em relação a nós que somos filhos de D'us por adoção. Mas Yeshua é também o unigênito ou o único filho legítimo de HaShem.

Eis aí então o que se diz de HaShem em oposição ao que se diz sobre Yeshua ser o Alfa e o Ômega e o Princípio e o Fim. Porque o Alfa e o Ômega bem como o Princípio e o Fim demonstram limitação de uma linha reta, a qual deixa de ser infinita porque tem princípio e fim como a letra alfa e a letra ômega limitam o alfabeto grego.


relojes web gratis




Data e hora local em Israel



O termo hebraico אמת, 'emet, significa verdade e começa com a letra א, alef, a primeira do alfabeto, no meio está a letra מ, mem, que é também a letra do meio do alfabeto e no fim está a letra ת, tav, a última do alfabeto. Isso demonstra claramente que sendo Yeshua a אמת, 'emet, verdade como ele próprio disse ser, significa dizer que ele é o Princípio, o Meio e o Fim. E todos nós sabemos que não existe verdade sem princípio, meio e fim.

Outro detalhe da primeira e da última letra do alfabeto hebraico é o significado de cada uma delas: O א, alef significa BOI e o ת, tav significa CRUZ, em outras palavras, inicialmente Yeshua veio como um BOI ou como um SERVO para finalmente morreu numa CRUZ.

Yeshua, portanto não é infinito, pois ele teve início como בן האלהים, Ben ha Elohim, filho de D'us ao ser gerado por HaShem numa determinada era da eternidade, e teve início também como בן־אדם, Ben Adam, Filho do Homem ao ser gerado pelo רוח אלהים, Ruach Elohim, o Espírito de D'us no ventre de Miriam. E ainda como Filho do Homem ele teve fim ao morrer naquela cruz, embora também tenha ressuscitado.

HaShem é SEM PRINCÍPIO E SEM FIM, porque se Ele tivesse PRINCÍPIO ou FIM, já não seria ETERNO e INFINITO...

Vejam o que diz o cântico ADON OLAM na página 288 do Sidur, editado pela Editora Sêfer:


"ADON OLAM - Senhor do Universo

Ele é o Senhor do Universo, sobre o qual reinou antes mesmo de toda criatura ser criada. No momento em que fez tudo conforme o Seu desejo, então foi proclamado Rei Altíssimo. E depois de tudo acabado, só o Temido reinará. Ele esteve, está e estará em glória. Ele é único e não há segundo que possa ser comparado e juntado a Ele. SEM PRINCÍPIO E SEM FIM, a Ele pertence a força e o domínio. Ele é meu D'us e o meu vivo redentor, fortaleza para me ajudar em minhas dores e no dia da minha angústia. Ele é meu estandarte e o meu refúgio, partilha do meu cálice no dia em que O invocar. Confiarei meu espírito em suas mãos no momento de cair no sono, e de novo despertarei. E meu espírito, meu corpo, também Lhe entrego. O Eterno está comigo e assim nada receio."

Agora vejam esse vídeo e ouçam essa lindíssima canção ao Eterno nosso D'us:


Yeshiva Boys Choir

Adon olam, asher malach,
b'terem kol y'tzir nivra.
L'et na'asah v'cheftzo kol,
azai melech sh'mo nikra.
V'acharey kichlot hakol,
l'vado yimloch nora.
V'hu haya, v'hu hoveh,
v'hu yih'yeh b'tifara.

V'hu echad, v'eyn sheni
l'hamshil lo, l'hachbira.
B'li reishit, b'li tachlit,
v'lo ha'oz v'hamisrah.

V'hu Eli, v'chai go'ali,
v'tzur chevli b'et tzarah.
V'hu nisi umanos li,
m'nat kosi b'yom ekra.

B'yado afkid ruchi
b'et ishan v'a'irah.
V'im ruchi g'viyati,
Adonai li v'lo ira.

O Eterno nosso D'us é SEM PRINCÍPIO E SEM FIM, enquanto que o seu filho Yeshua teve início, quando foi gerado numa determinada era antes que houvesse mundo ou alguma coisa criada, mesmo as celestiais, inclusive os anjos.

Eis aí alguns textos bíblicos que provam que Yeshua é o princípio e o fim ou primeiro e último e o filho unigênito e também o primogênito de D'us:

»TEHILIM, SALMOS [2]
7 Falarei do decreto do Senhor; ele me disse: Tu és meu Filho, hoje te gerei.

»MISHLEI, PROVÉRBIOS [30]
4 Quem subiu ao céu e desceu? quem encerrou os ventos nos seus punhos? mas amarrou as águas no seu manto? quem estabeleceu todas as extremidades da terra? qual é o seu nome, e qual é o nome de seu filho? Se é que o sabes?

»MATITIAHU, MATEUS [1]
21 ela dará à luz um filho, a quem chamarás YESHUA; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.

»MATITIAHU, MATEUS [3]
17 e eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.

MATITIAHU, MATEUS [16]
16 Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o MASHIACH, o Filho do D'us vivo.

»MATITIAHU, MATEUS [17]
5 Estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu; e dela saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi.

»YOCHANAN, JOÃO [1]
14 E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai.

»YOCHANAN, JOÃO [3]
16 Porque D’us amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

»ROMANOS [8]
29 Porque os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos;

»YVRIM, HEBREUS [1]
6 E outra vez, ao introduzir no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de D’us se prostrem diante dele.

»APOCALIPSE, REVELAÇÃO [1]
5 e da parte de Yeshua ha Mashiach, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos reis da terra.

»APOCALIPSE, REVELAÇÃO [3]
14 Ao anjo da kehilah em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de D'us:

»APOCALIPSE, REVELAÇÃO [21]
6 Disse-me ainda: está cumprido: Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem tiver sede, de graça lhe darei a beber da fonte da água da vida.

ΑΠΟΚΑΛΥΨΙΣ ΙΩΑΝΝΟΥ 22:13 Greek NT: WH / NA27 / UBS4 with Concordance


[13] חֲזוֹן יוֹחָנָן פֶּרֶק כב

»APOCALIPSE, REVELAÇÃO [22]
13 Eu sou o Aleph e o Tav (o Alfa e o Ômega), o primeiro (רֹאשׁ, ro'sh, cabeça, líder) e o derradeiro (סּוֹף, soph, último), o princípio (רִאשׁוֹן, ri'shon, início) e o fim (אַחֲרוֹן, 'acharon, término).

Podemos parafrasear esse versículo acima assim:

"Eu sou o Aleph e o Tav (o Alfa e o Ômega), o cabeça (o primeiro, o líder, o que está na frente) e o derradeiro (o último, o que está no final, atrás), o início e o término (o princípio e o fim)."

D'us é ONIPRESENTE, ONIPOTENTE E ONISCIENTE sim, mas Yeshua não.

Infelizmente algumas pessoas para defender a tese de que Yeshua e o Pai, HaShem são a mesma pessoa usam a expressão: D'us é onipresente, para dizer com isso que o Pai está presente na pessoa de Yeshua. E isso só confunde aqueles que não têm profundidade nas Escrituras...

Por D'us ser ONIPRESENTE não significa dizer que Ele seja o seu próprio filho, pois mesmo antes de o gerar Ele sempre FOI, É e sempre SERÁ ONIPRESENTE.

E o fato de D'us está em Yeshua reconciliando o mundo consigo mesmo também não quer dizer que Ele seja Yeshua, pois Ele, HaShem também está em nós dando continuidade a essa reconciliação dos homens com Ele, pois somos seus instrumentos para levar a mensagem de salvação em Yeshua aos demais pecadores. E isso não quer dizer que nós também somos a mesma pessoa do Pai. Que loucura é essa?

Além disso Yeshua não é ONIPRESENTE, porque ele mesmo disse que foi enviado a esse mundo pelo Pai e também que algum dia voltará. Ora quem é ONIPRESENTE não se desloca de um local para o outro.

Yeshua também não é ONIPOTENTE, pois ele mesmo disse que o Pai é maior do que todos e também do que ele. (Yochanan, João 10:29; 14:28).

E Yeshua também não é ONISCIENTE, porque ele mesmo disse que quanto a sua segunda vinda nem os anjos, nem o filho sabem o dia e a hora, mas unicamente o Pai, HaShem. (Matitiahu, Mateus 24:36; Atos 1:7).

Yeshua é o Filho de D'us e o Filho do Homem.

Yeshua já era o filho de HaShem muito antes de ser gerado pelo Ruach HaShem no ventre de Mariam, Maria. (Mishlei, Provérbios 30:4).

Yeshua é o filho de D'us quanto a sua natureza divina ser anterior a sua geração no ventre de Maria; e Filho do Homem quanto a sua natureza humana ser gerada muito depois no ventre da mesma. E se a natureza de Yeshua não fosse humana, então ele não poderia realizar a redenção de nossas vidas. Yeshua era 100% elohim, divino antes de vir a esse mundo. E após ser gerado no ventre de Miriam ele passou a ser 100% humano, o Filho do Homem. Como homem ele foi sujeito as mesmas fraquezas que temos, porém sem ter pecado. Sua vida aqui na Terra foi semelhante a de Adão antes de sua queda, porém com apenas uma diferença - de ser conhecedor do bem e do mal.

Portanto, como elohim ele já existia desde o princípio até deixar a sua glória, ou seja, sua natureza divina de Filho de D'us e se fazer carne, humano conforme nos diz Yochanan, João 1:1,2,14.

E depois de ressuscitado ele tomou de novo a sua natureza 100% divina de Filho de D'us.

Ele mesmo se denomina como Filho do Homem, vejam:

»MATITIAHU, MATEUS [24]
27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do FILHO DO HOMEM.

»LUCAS [18]
31 Tomando Yeshua consigo os doze, disse-lhes: Eis que subimos a Jerusalém e se cumprirá no FILHO DO HOMEM tudo o que pelos profetas foi escrito;

Nós, os seguidores do Mashiach também fomos gerados como filhos de D'us, mas não através da carne e sangue e sim pelo רוח אלהים, Ruach Elohim, Espírito de D'us, confiram nesses versículos abaixo:

»YOCHANAN, JOÃO [1]
12 Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de D'us;
13 os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de D'us.

Provas que HaShem já tinha Yeshua como seu filho antes que houvesse mundo:

»YOCHANAN, JOÃO [1]

2 Ele estava no princípio com HaShem.

»YOCHANAN, JOÃO [1]
14 E o Verbo (Yeshua) se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai.

»YOCHANAN, JOÃO [3]
16 Porque D'us amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
17 Porque D'us ENVIOU SEU FILHO AO MUNDO, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.

»YOCHANAN, JOÃO [17]
5 Agora, pois, glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que eu tinha contigo antes que o mundo existisse.

Um texto bíblico do Tanach mal interpretado:

"Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, e seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Elohim." Yeshayahu, Isaías 44:6

Sobre esse texto eu tenho a dizer o seguinte:

Texto original:

כֹּה-אָמַר יְהוָה מֶלֶךְ-יִשְׂרָאֵל וְגֹאֲלוֹ, יְהוָה צְבָאוֹת: אֲנִי רִאשׁוֹן וַאֲנִי אַחֲרוֹן, וּמִבַּלְעָדַי אֵין אֱלֹהִים.

Apenas traduzirei esses termos: אֲנִי רִאשׁוֹן וַאֲנִי אַחֲרוֹן

אֲנִי = 'aniy (eu), pron. 1a. pes. sing.

רִאשׁוֹן = ri'shon, adj. masc. sing. dec. 1a. da raíz ראש que significa cabeça, chefe, líder (Lexicon pág. 671 e 672).

אֲנִי רִאשׁוֹן = 'aniy ri'shon, eu sou líder, cabeça ou chefe, ou o que está na frente.

וַ = va (e), conjunção.

אֲנִי ='aniy (eu), pron. 1a. pes. sing.

אַחֲרוֹן = 'acharon, adj. masc. sing. da raíz אחר e significa derradeiro, último, aquele que está atrás, por último ou no final. (Lexicon pág. 19 e 20).

Sendo assim a interpretação mais correta seria essa:

"Eu Sou o CABEÇA (o líder, o que está à frente ou em primeiro lugar) e Eu Sou o DERRADEIRO (aquele que está no final, isto é, o que está também em último lugar ou atrás)."

Isso faz lembrar e muito a formação de um exército preparado para a batalha, pois assim HaShem sempre fez com relação ao exército de Israel, aliás a parte "A" do versículo menciona HaShem como יְהוָה צְבָאוֹת, Adonay Tzivaot, Senhor dos Exércitos, porque Ele sempre esteve na frente como o Líder e também no final desse exército, para protegê-lo dos seus inimigos.

Isso está bem distante da tradução atual desse texto para a língua portuguesa, a qual pode sugerir que יְהוָה, Adonay tenha princípio e fim quanto a sua existência e quanto ao espaço que ocupa no universo, por se dizer que Ele seja “o primeiro e o último”... Mas sabemos que isso não é verdade, conforme podemos provar com a tradução correta feita acima. E que apresenta הוָה, Adonay como o CABEÇA, o LÍDER ou AQUELE que está à frete... E também como AQUELE que está no FINAL, na RETAGUARDA para defender o seu povo.

E sobre HaShem ter dito que FORA d'Ele não existe Ehohim (Divino) a explicação é a seguinte:

Isso não se aplica a Yeshua, pois ele foi gerado pelo próprio D'us. Portanto procede do Pai, NÃO FORA d'Ele, mas n'Ele e por Ele e não por uma criatura... Por isso mesmo ele tem o DNA do Pai... E como já disse, Yeshua é Elohim (Divino), mas não é o próprio HaShem, o Adonay Echad.

Vejam esse vídeo e ouçam essa lindíssima canção:

ריקי אוגול - אנא בכוח


Tradução no Sidur Completo

Cabalat Shabat - Sidur Completo editado pela Editora Sêfer - página 249

Ana bechoach - Rogamos-Te

"ANA BECHOACH - Rogamos-Te que desates com o poder e grandeza da Tua destra, as ataduras do cativeiro.
Aceita o clamor do Teu povo; ó Temido! exalta-nos e purifica-nos.
Ó mui poderoso! Rogamos-Te que preserves, como a menina dos olhos, os que defendem a Tua Unidade.
Abençoa-os, purifica-os, outorga-lhes com Tua Justiça benevolente, contínuo galardão.
Tu que és o mais Alto e Santo, guia Teu povo consagrado, com a abundância da Tua generosidade.
Tu que és a exaltada Unidade, volta-Te para o Teu povo que sempre recorda a Tua Santidade.
Aceita as nossas orações e ouve os nossos clamores, ó Tu, que conheces o encoberto!
Bendito seja o Nome daquele cujo glorioso Reino é eterno."

Portanto, o único D'us, eterno quanto a sua existência, a qual transcende ao tempo; e infinito quanto ao seu tamanho, o qual transcende o universo demonstrou o seu eterno e infinito amor pela sua criação, que deu o seu único e amado filho para redenção da mesma.

Lehitraot.

פולוס וואלי עבד ישוע ✡

Nota sobre minha assinatura:

"Origem judaica dos sobrenomes Valle, Vale.

פולוס - Polos / Paul / Paulo

וואלי - Valley / Valle / Vale

Porque o meu sobrenome Vale deveria ser com duas letras "L", mas por um erro do Cartório só tem uma.

Portanto, abaixo faço referência a um Rabino de renome com esse sobrenome Valle (וואלי):




quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Yeshua na festa de Chanukah



"Celebrava-se então em Yerushalaim, Jerusalém a festa de חנוכה‎, Chanukah, dedicação. E era inverno. Andava Yeshua passeando no בית המקדש , Beit ha Mikdash, Templo, no pórtico de Shlomoh, Salomão. Rodearam-no, pois, os yehudim, judeus (seus patrícios) e lhe perguntavam: Até quando nos deixarás perplexos? Se tu és o Mashiach (Cristo), diga-nos abertamente. Respondeu-lhes Yeshua: Já vos disse, e não credes. As obras que eu faço em nome de meu Pai (HaShem), essas dão testemunho de mim. Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas. As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem; eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai (HaShem), que as deu para mim, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai." (Yochanan, João 10:22-29).


relojes web gratis



Data e hora local em Israel




É interessante notar que na primeira Aliança a festa de חנוכה, Chanukah não é mencionada, pois a mesma só veio a existir após a formação do canon do תנ"ך, Tanakh. Mas na segunda Aliança, isto é, na ברית החדשה, Brit ha Chadashah se fala da mesma, conforme texto acima mencionado.

Chanukah fala de um grande milagre.

Mas o curioso de tudo isso nessa festa de Chanukah que Yeshua participou está no fato dos judeus contemporâneos de Yeshua acreditarem no milagre que houve no primeiro Chanukah ou primeira dedicação à D'us do Beit ha Mikdash, Templo, quando o óleo ou azeite que servia de combustível para manter as lâmpadas da menorah acesas foi multiplicado por um grande milagre de D'us, pois só havia quantidade suficiente para apenas um dia, mas o mesmo durou oito dias, até que se fabricasse mais azeite kosher, limpo ou não profanado; contudo a maioria desses mesmos judeus não acreditavam nos milagres realizados por Yeshua, milagres esses em maiores proporções que esse do primeiro Chanukah, como por exemplo: Ressuscitar mortos, curar cegos, surdos e paralíticos, acalmar tempestade, alimentar quase 5.000 (cinco mil) homens, além de mulheres e crianças com apenas 05 (cinco) pães e 02 (dois) peixes, etc... (Lucas 7:22, 8:22-25; Mattitiahu, Mateus 14:15-21).

Esses judeus até admitiam esses milagres de Yeshua, porque não havia como negá-los por serem tão evidentes, mas eles não atribuíam esses milagres como sendo de HaShem e sim de Beelzebú, príncipe dos demônios, conforme disseram para Yeshua, após ele ter expulsado um demônio de um homem. (Mattitiahu, Mateus 12:22-28).

Mas, Yeshua disse que eles não acreditavam nele por não serem das suas ovelhas, conforme texto citado acima.

Outro milagre que os judeus tradicionais acreditam ter acontecido refere-se ao cumprimento da promessa feita por HaShem para Avraham, Abraão e Sarah de que gerariam um filho, mesmo estando eles já velhos e não mais aptos para isso, contudo por um milagre de D'us conseguiram gerar a Isaac; todavia esses judeus não acreditam que uma virgem pudesse dar à luz a Yeshua por um milagre do Ruach HaShem.

Isso só prova que não há critérios para se crer num milagre e não crer em outro...



Nessa festa a חנוכיה, Chanukiah, candelabro ou menorah de oito hastes laterais e uma central é acendida usando-se uma vela auxiliar chamada שַׁמָּשׁ, shamash, que significa "servente". Isso nos reporta ao Servo Sofredor, descrito por Yeshaihahu ha navi, o profeta Isaías. Esse Servo Sofredor não é outro senão o Mashiach, o qual veio ao mundo com a luz de HaShem, para ser luz tanto para judeus como para gentios.

Vejamos o que as Escrituras falam sobre a luz de HaShem no Mashiach e em nós, seus seguidores:

“... Pouco é que tu sejas meu servo, para restaurares as tribos de Yaacov, Jacó, e tornares a trazer os remanescentes de Israel; também te dei como לְאֹור גֹּויִם , leor goyim, LUZ para os gentios (as nações), para seres a minha salvação até à extremidade da terra”. (Yeshayah, Isaías 49:6).

Disse Yeshua: “Eu sou a LUZ DO MUNDO; quem me segue não andará em trevas, mas terá a LUZ DA VIDA." (Yochanan, João 8:12).

“Nele está a vida eterna, e essa vida dá luz a toda a humanidade. A sua vida é a luz que brilha nas trevas, e estas nunca poderão pôr fim a essa luz”. (Yochanan, João 1:4,5).

“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; vós que outrora nem éreis povo, e agora sois de D'us; vós que não tínheis alcançado misericórdia, e agora a tendes alcançado”. (I Kephas, I Pedro 2:9,10).

“O Senhor é a minha luz e a minha salvação...” (Tehilim, Salmo. 27:1).

“D'us amou tanto o mundo que deu o seu único Filho para que todo aquele que nele crê não se perca espiritualmente, mas tenha a vida eterna. D'us não mandou o seu Filho para condenar o mundo, mas para o salvar. Para os que confiam nele como Salvador não há condenação eterna. Mas os que não confiam nele já estão julgados e condenados por não crerem no Filho único de D'us. E são condenados por a luz do céu ter vindo ao mundo, mas eles preferirem as trevas à luz, pois só fazem o mal. Eles odeiam a luz celestial porque querem pecar nas trevas. Afastam-se da luz com medo de os seus pecados serem postos às claras e sofrerem castigo. Mas os que procedem bem procuram a luz para que todos vejam que estão a fazer o que D'us deseja.” (Yochanan, João 3:16-21).

E eis aqui uma mensagem que achamos na internet, porém agora com algumas modificações feitas por nós:


חנוכה שמח, Chanukah Sameach, Happy Chanukah, Feliz Chanukah!

Dê um CLIQUE DUPLO neste Chanukah!
ARRASTE a luz do Eterno, a qual está em Yeshua ha Mashiach
para seu DIRETÓRIO PRINCIPAL,
SALVE-A em todos os seus ARQUIVOS PESSOAIS,
SELECIONE-A como seu DOCUMENTO MESTRE...

Que Yeshua seja seu MODELO
para FORMATAR sua vida:
JUSTIFIQUE-A e ALINHE-A
À DIREITA e À ESQUERDA,
sem QUEBRAS na sua caminhada.

Que Ele não seja apenas
um ÍCONE, um ACESSÓRIO,
uma FERRAMENTA, um RODAPÉ,
um PERIFÉRICO,
um ARQUIVO TEMPORÁRIO,
mas o CABEÇALHO,
a LETRA CAPITULAR,
a BARRA DE ROLAGEM
de seu caminhar.

Que Ele seja a FONTE de energia
para sua ÁREA DE TRABALHO,
o PAINTBRUSH
para COLORIR seu sorriso,
a CONFIGURAÇÃO de sua simpatia,
a NOVA JANELA para VISUALIZAR
o TAMANHO de seu amor.

No seu dia-a-dia, seja Ele
o PAINEL DE CONTROLE
para DESFRAGMENTAR sua vida,
fazer DOWNLOAD de seus sonhos
e OPTIMIZAR suas realizações.

DESATIVE seu egoísmo,
COMPACTE suas liberdades,
CANCELE seus RECUOS,
e DELETE seus ERROs. (Autor desconhecido).


Que as luzes da chanukiah brilhem, brilhem anunciando a todos, judeus e gentios que a verdadeira e perfeita LUZ vem de HaShem, através de Yeshua ha Mashiach, o Salvador Ungido pelo Eterno, para resgatar o ser humano do poder do pecado e das trevas para sua maravilhosa luz.

Portanto tenham todos vocês uma festa de Chanukah alegre e cheia da luz de HaShem, luz essa simbolizada pelas luzes da chanukiah, a qual representa o Mashiach refletindo a luz de D'us para o mundo.


Vejamos agora esses vídeos e ouçamos essas lindíssimas músicas sobre a festa de Chanukah.

Lich'vod Hachanukkah - Chaim Nachman Bialik - Chanukkah Song


Chanukkah Song - Happy Chanukkah (Carol Boyd Leon)


חנוכה שמח, Chanukah Sameach!

Paulo Valle ✡ פולוס וואלי

Nota sobre minha assinatura:

"Origem judaica dos sobrenomes Valle, Vale.

פולוס - Polos / Paul / Paulo

וואלי - Valley / Valle / Vale

Porque o meu sobrenome Vale deveria ser com duas letras "L", mas por um erro do Cartório só tem uma.

Portanto, abaixo faço referência a um Rabino de renome com esse sobrenome Valle (וואלי):




terça-feira, 25 de novembro de 2008

O Paradoxo




relojes web gratis




Data e hora local em Israel




Você sabe quem sou eu?
Eu sou o mais humilhado,
o mais empobrecido,
contudo o mais exaltado
e o mais enriquecido.

Eu sou o mais perseguido,
o mais odiado,
muito embora seja o mais seguido
e o mais amado.

Eu sou o mais criticado,
o mais zombado,
todavia o mais respeitado
e o mais louvado.

Eu sou o mais injustiçado,
o mais subjugado,
porém o mais recompensado
e o mais glorificado.

Eu sou o mais esquecido,
o mais incompreendido,
mas também o mais lembrado
e o mais compreendido.

Eu sou o mais indigno,
o mais desonrado,
não obstante o mais digno
e o mais honrado.

Você já sabe quem sou eu?
Pela fé já tem me visto?
Eu sou Yeshua ha Mashiach, o Cristo!
Mas ainda tenho algo a lhe falar:

Na Terra tudo aquilo sofri,
só para lhe salvar.
Na cruz padeci grande dor;
fui réu de morte,
mas demonstrei meu grande amor.
Agora sou Advogado, Salvador e Redentor,
Mas voltarei como Juiz, Rei e Senhor,
para julgar a todo pecador.

ברוך השם כי ישוע הוא מלך של מלכים !

Autor:

פולוס וואלי ✡


Paradox

Do you know who I am?
I am the most humiliated.
I have become the poorest one,
However the most exalted too
And the richest one.

I am the most chased
And the most hated one although,
I am the most followed
And loved one.

I am the most critized
And the most scorned,
But the most respected
And praised one.

I am the most injusticed,
The most misunderstood one,
However also the most reminded
And understood one.

I am the most unworthy
And the most dishonoured one,
Although the worthy
And the most honoured.

Do you know who I am?
Have you seen me by faith?
I am the Messiah!

Nevertheless I have something
To tell you:
On earth, everything I have
Suffered to save you.

On the cross I have endured great pain.
I was taken as a guilt to die,
But I have manifested my great love.
I am your attorney, saviour and redeemer,
But I will come as Judge,
King and Lord to judge every sinner.

ברוך השם כי ישוע הוא מלך של מלכים !

פולוס וואלי ✡

Nota sobre minha assinatura:

Origem judaica dos sobrenomes Valle, Vale.

פולוס - Polos / Paul / Paulo

וואלי - Valley / Valle / Vale

Porque o meu sobrenome Vale deveria ser com duas letras "L", mas por um erro do Cartório só tem uma.

Portanto, abaixo faço referência a um Rabino de renome com esse sobrenome Valle (וואלי):


sexta-feira, 21 de novembro de 2008

O juízo de D'us sobre um grande império ateísta



Observação:

Todo esse artigo foi elaborado dentro dos princípios da קבלה, Kabalah, conforme se pode comprovar, através desse interessante estudo sobre o que vem a ser o termo hebraico קבלה, KABALAH.

Prefácio:

No dia 03/12/1991, o repórter do “Jornal Nacional” da TV Globo deu a seguinte notícia:

“MIKHAIL GORBATCHOV diz que nem JESUS CRISTO desunirá a URSS.”

Precisamente no dia 30/12/1991, portanto, antes mesmo que o mês de dezembro terminasse, a URSS se fracionou e deixou de ser aquela potência que aterrorizava o mundo. Cumprindo-se assim o juízo de D'us sobre aquele império político ateísta, que tanto perseguiu, torturou e até matou muitos daqueles que professavam a sua fé em D'us.



relojes web gratis



Data e hora local em Israel




Isso veio confirmar e cumprir um sonho que tivera uma certa senhora que segue o Mashiach, há mais ou menos dois meses antes disso acontecer. Essa senhora estava presente em uma reunião de estudo das Escrituras, numa kehilá do Mashiach em Vila Valqueire, Rio de Janeiro, quando esse artigo estava sendo apresentado. Isso ocorreu aproximadamente no mês de outubro ou novembro daquele ano de 1991. Ela interrompeu a palestra dizendo que há dois dias sonhara que estava visitando aquela Kehilá e que nos via vestidos com aquelas mesmas vestes e que apesar de não nos conhecer, testificava que éramos nós mesmos quem dava a palestra no sonho. E tudo aquilo que no sonho fora dito, era exatamente o que dizíamos na reunião. E disse ainda que D'us lhe falara no sonho para visitar a referida Kehilá e dizia-lhe também que antes daquele ano terminar se cumpriria tudo aquilo que fora falado no seu sonho. E para que não ficasse tudo somente em suas palavras, ela apresentou uma outra senhora e amiga sua que estava com ela, a qual, quando convidada por ela para estar na reunião, disse que não iria, porém quando ela contou-lhe o sonho, logo se prontificou em seguí-la.

Isso é maravilhoso, pois a palavra de D'us diz:

“... para que pela boca de duas ou três testemunhas, toda palavra seja confirmada”
(Mt. 18:16).

Por isso mesmo as duas senhoras estavam presentes para confirmar o sonho e o que D'us falara através do mesmo.

Barukh HaShem!

Bendito seja o Eterno nosso D'us, o qual através do seu Ruach, Espírito nos ilumina para que entendamos as Escrituras!

Mas apesar de ouvirmos tudo aquilo, não entendemos de imediato o que D'us nos queria dizer. Somente após a bandeira vermelha e amarela com a foice e o martelo ser trocada por outra é que tudo ficou claro. D'us havia executado o seu juízo contra a URSS.

Agora as portas para o anúncio das boas novas de salvação estão abertas na Rússia. Halelu-Yah!

Porque nós cremos que assim como a profecia de Daniel 9:27, sobre a “Abominação Desoladora” se cumpriu parcialmente e em menor escala quando o Rei da Síria Antíoco Epifânio invadiu o Templo de Jerusalém e nele sacrificou um porco no altar dos holocaustos, todavia o seu cumprimento total e maior, será através do anti-mashiach, na grande tribulação (Mt 24:15); assim também cremos que as profecias de Ezequiel nos capítulos 38 e 39, já se cumpriram parcialmente com a queda da URSS, mas que o cumprimento total e maior dessas profecias, será após o reinado de Yeshua ha Mashiach, por um período aproximado de mil anos sobre a terra, no trono do rei David, seu pai conforme está registrado no livro de Apocalipse 20:7-10, na chamada “Batalha de Gog e Magog”. Quando D'us destruirá pelo fogo os exércitos de todas as nações que se congregarem para lutar contra Jerusalém, a cidade amada.

Cremos também que as profecias bíblicas, algumas vezes se cumprem por mais de uma vez e em alguns casos até três vezes, como por exemplo:

No livro do profeta Ezequiel 37:21, D'us diz que congregaria os israelitas dentre as nações para onde foram levados e os traria para a terra de Israel. Sabemos que essa profecia já se cumpriu duas vezes e que ainda se cumprirá mais uma vez conforme descrição abaixo:

1) A primeira vez cumpriu-se quando os israelitas voltaram dos cativeiros da Assíria e da Babilônia, da chamada diáspora.

2) A segunda vez cumpriu-se quando os mesmos voltaram da segunda diáspora (em resultado da destruição da cidade de Jerusalém pelos romanos no ano 70 d.e.c.), pelo estabelecimento da nação de Israel através da ONU em 1948.

3) E a terceira vez será cumprida quando Yeshua voltar para estabelecer seu reinado de paz sobre a Terra, pois muitos judeus que ainda não retornaram para Israel por alguns motivos, nesse tempo, não haverá mais motivos que os prendam fora de sua terra.

Por isso mesmo cremos que as profecias de Ezequiel nos capítulos 38 e 39, poderão ter dois ou até três cumprimentos.

O estudo a seguir, foi registrado em 18/10/1991 no escritório de direitos autorais da Fundação Biblioteca Nacional – Secretaria da Cultura da Presidência da República, registro e ou averbações de obras intelectuais sob o nº 73.234, requerido pelo autor (prot. 6061/91). Título da Obra:

“Seria Mikhail Gorbatchov mais um precursor do anti-mashiach?”

Nota: Infelizmente não nos foi possível registrar o nome da irmã que tivera o sonho. Até anotamos o seu nome e endereço. Porém o papel em que os mesmos estavam anotados se extraviou.

Rio de Janeiro, RJ, Agosto/2003.

O Autor.


Seria Mikhail Gorbatchov mais um precursor do anti-mashiach?


Introdução:


O conhecido teólogo Win Malgo, em seu livro “O Acelerado Avanço da Rússia para Israel”, faz o seguinte relato:

“Três conhecidos rabinos israelitas tiveram recentemente o mesmo sonho, que é idêntico a Ezequiel 38 e 39. Conforme o sonho D'us socorrerá seu povo contra Gog, o rei de Magog, que nos tempos finais virá do norte para destruir Israel. Essa luta representa um dos sinais preliminares para o princípio da era messiânica e de paz. Os rabinos são: Israel Abu Chatzara, Jekutiel Judá Halderstamm e Mordechai Sharabi”.

Sem querer basear nossa palavra em sonhos, pois o Senhor diz através do profeta Jeremias:

“O profeta que tem sonho conte-o como apenas sonho; mas aquele em quem está a minha palavra, fale a minha palavra com verdade. Que tem a palha com o trigo? Diz o Senhor” (Yrmiah, Jeremias 23:28). Mas com o sonho desses rabinos o caso é outro, pois aqui sonharam três anciãos de Israel, isso é o cumprimento de Yoel, Joel 2:28, onde se profetiza expressamente sobre Israel. “E há de ser que, depois, derramarei o meu Ruach, Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões”.

Gog, o dito invasor, não seria ninguém além da União Soviética apoiada pelos seus amigos árabes.

A rapidez com que se processam as mudanças políticas na Rússia, a escassez de alimentos, a falta de recursos, e a não ajuda dos países ricos, poderão levar a Rússia ao desespero nas vésperas de um inverno rigoroso que a atingirá desprovida de estoque alimentício. Será que o urso vai morder o anzol? (Ez. 38:4).

Não estou afirmando que será neste ano, e até poderia ser, porém não podemos e não devemos esperar isso para um futuro distante.

Nota:

"Quando escrevi essa frase acima eu nem imaginava que o juízo de D'us viria sobre a Rússia antes mesmo daquele ano terminar, ou seja, que exatamente no dia 30/12/1991, portanto faltando apenas um dia para terminar aquele ano o julgamento de HaShem viesse sobre aquele grande império ateísta. Mas D'us já havia me falado, através do sonho daquela senhora que mencionei no prefácio desse artigo, que isso se cumpriria ainda naquele ano. ברוך השם, barukh HaShem, bendito seja D'us!"

Alguns teólogos afirmam que haverá ainda pelo menos duas grande guerras, a primeira será a invasão de Israel pela Rússia (Gog) Ez. 38 e 39, a segunda será a de Armagedom, que culminará com a vinda do Mashiach em glória.

“Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu, um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno que não passará, e o seu reino, o único que não será destruído”.
(Dn. 7:13-14).

“Eis que vem o dia do SENHOR, em que os teus despojos se repartirão no meio de ti. Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres, forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o resto do povo não será expulso da cidade. E o SENHOR sairá e pelejará contra estas nações, como pelejou no dia da batalha. E, naquele dia, estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele, para o sul”. (Zc. 14:1-4).

“E o SENHOR será rei sobre toda a terra; naquele dia, um será o SENHOR, e um será o seu nome”.
(Zc. 14:9).

“E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça”. (Ap. 19:11-21).

Alguns teólogos modernos afirmam que a primeira grande guerra, ou seja, o cumprimento da profecia de Ezequiel 38 e 39, acontecerá antes do arrebatamento da kehilá, congregação de Yeshua, cujo objetivo é preparar o mundo para a última semeadura e colheita em massa, conforme Ez. 38:23 e 39:29:

“Assim eu me engrandecerei e me santificarei, e me farei conhecer aos olhos de muitas nações; e saberão que Eu Sou o Senhor”. E ainda: “Nem esconderei mais a minha face deles, quando eu houver derramado o meu Espírito sobre a casa de Israel, diz o Senhor”.
Portanto, além de muitos gentios convertidos, um grande número de judeus será alcançado.

Com a queda de Constantinopla em 1453, Moscou ficou conhecida como a 3ª Roma. Em 1499, Ivan III atingiu o Ural, que Ivan IV, o terrível (1533/1584) transporia, depois de ter anexado as terras do Volga e do mar de Azov; ele recebeu o título de “Grande Unificador da Terra Russa” , foi o primeiro a usar o título de Czar (César).

Certamente Gog, um príncipe que se levantará na Rússia, há de reunificá-la, mesmo em processo de independência de suas Repúblicas.

“Quando MIKHAIL GORBATCHOV assumiu o governo em 1985, afirmou que (alcançaria o que seus antecessores falharam em conseguir – A eliminação da crença religiosa na URSS)”. Extraído do livro “Batalha Mundial”, reeditado em 1991, pág. 265.

Sem querer fantasiar a situação, pois a profecia não precisa disso, queremos apresentar para o povo de D'us esse nosso artigo, o qual demonstra quão próximo está o cumprimento de Ez. 38 e 39, uma das maiores profecias bíblicas:

I – SIGNIFICADO DOS SEGUINTES NOMES NO HEBRAICO DOS TEXTOS DE GÊNESIS 10:2,3,6 E EZEQUIEL 38:2, 3, 5, 6:

(Fora o nome Gog, os demais são os descendentes de Jafé e Cão, filhos de Noé).

1) גוג (Gog) = O próprio texto de Ez. 38:2,3 explica seu significado (príncipe/ chefe/ cabeça).

2) מגוג (Magog) = O prefixo MAG significa (magia) Jr. 39:3.

3) משך (Meshekh/Meseque) = (adquirir e espalhar) Jó 28:18; Sl. 126:6 Adquirir e espalhar a doutrina ateísta e comunista, foi a meta da Rússia em 70 anos. (São habitantes da Rússia).

4) תבל (Tuval/Tubal) = (será guiada / conduzida).
Sl. 45:15, Ez. 38:2,3. Tubal será conduzida junto com essas nações e elas entrarão em Israel. Tobolsk, cidade russa (Is. 55:12).

5) פרס (Paras/Pérsia) = (comer a mesa/ distribuir) Dn. 5:25, 28. O Irã quer comer o despojo de Israel. Ez. 38:5.

6) כוש (Kush) = (terror) A Etiópia quer aterrorizar Israel. Ez. 38:5.

7) פוט (Phut) = (afligir/ afligiu) A Líbia quer afligir a Israel. Ez. 38:5.

8) גמר (Gomer) = (perfeição) A mania do ser humano querer ser igual a D'us. Os alemães nazistas também pensavam assim, pois se achavam uma raça perfeita.(Germanos). Ez. 38:6.

9) תוגרמה (Togarmah) o único que não encontramos significado (Turquia). Ez. 38:6.


II – SIGNIFICADO DO NOME MIKHAIL GORBATCHOV, VALOR NUMÉRICO E SIGNIFICADO DAS LETRAS QUE O COMPÕE NO HEBRAICO:

1) מיכאיל MIKHAIL; do hebraico MIKHAÊL (Miguel) Dn. 12:1; Jd. 9 (מיכאל) – significa: Quem é semelhante a D'us? (Lexicon, pg. 484).

מי (mi) = quem é

כ (kha) = como (semelhante)

איל (‘il) = poderoso (1º Chefe) II Reis 24:15

o vocábulo איל (‘il) é de origem árabe e é o mesmo que אול (‘ul) e significa:

a) chefe / príncipe – II Reis 24:15

b) poderoso – II Reis 24:15

c) força / forte – Sl. 73:4

Sem alterar o valor numérico, essa palavra pode ser substituída por duas outras, uma delas alterando apenas o sentido:

איל (‘ail) = carneiro (Quem é como o carneiro ?)

איל (‘êil) = poderoso (Quem é como o poderoso ?)

Yeshua é o Cordeiro de D'us, ou seja, o Filhote do Carneiro, D'us.

O vocábulo איל (‘il) usado anteriormente, é formado dos prefixos das duas palavras mais importantes do hebraico: יהוה (HaShem) e אלהים (Elohim).

2) GORBATCHOV; seguindo o mais próximo possível da fonética e transliteração, concluímos que pode ser formada com três palavras hebraicas:

a) גור (Gor) = FILHOTE, o mesmo que גור (Gur)
Jer. 51:38, Num. 2:12, Lam. 4:3 (Lexicon, pág. 134).

b) בעת (ba’at) = TERROR/TERRÍVEL (aterrorizar)
I Sm. 16:14, Jó 18:11, Is. 21:4 (Lex. pág. 106).

c) שובי (shuvei) = RETORNAVAM (voltaram/voltar)
Jr. 3:1, Mq. 2:8, Ez. 38:8 (Lex. pág. 704).

Sendo assim, temos uma pergunta e uma resposta:

Quem é semelhante a D'us?

Resposta:

O filhote do terror, ou o terrível, que aterroriza os que retornaram (os israelitas).

Ainda existe uma outra alternativa para a última palavra, no lugar de שובי (shuvei) que significa “retornavam”, teríamos שאבי (sho’avei) que significa “tiradores de água” (água = a Palavra de D'us). Gn. 24:20,45; Dt. 29:10,11; Js. 9:21,23,27. (Lex. pág. 693/694).

E com essa outra palavra temos então a seguinte interpretação:

Quem é semelhante a D'us?

Resposta:

O filhote (ursinho), o terrível, o que tira a água ou os tiradores de água (os russos).

A nação russa e seus aliados em setenta anos de revolução comunista tiraram a água (Bíblia) da boca de muitos povos.

Nota:

(Convém lembrar que o método cabalístico aqui usado também foi usado pelo profeta Daniel, quando ele decifrou a escritura na parede do castelo do rei Belsazar da Babilônia, conforme texto abaixo:

"Esta é a interpretação daquilo: מנא, MENE: Contou D'us o teu reino, e o acabou. תקל, TEQUEL: Pesado foste na balança, e foste achado em falta. פרס, PERES: Dividido está o teu reino, e entregue aos medos e persas." (Daniel 5:26-28).

D'us distribui dons espirituais aos homens, mas nem todos têm os mesmos dons... E alguns desses dons são indispensáveis para se entender corretamente os mistérios do Eterno. Daniel interpretou a inscrição na parede do castelo do rei de Babilônia porque possuía o dom para fazer essa interpretação, porém ninguém mais estava apto pra tal... Assim também acontece com relação as profecias, pois elas foram profetizadas em códigos inspirados pelo Ruach HaShem, o Espírito de D'us.)

3). Valor numérico de MIKHAIL no hebraico:

A soma das letras é igual a 111, que fala das três essências de D'us: O seu corpo, a sua alma e o seu espírito. Essas três essências formam a sua personalidade. E o ser humano também tem essas três essências que formam sua personalidade, pois ele foi feito conforme a imagem e semelhança do Criador.

Nota: É evidente que D'us é espírito sim, mas Ele também tem uma alma (Yeshayah, Isaías 42:1) e um corpo, um corpo metafísico, espiritual (I Corintios 15:44), não igual ao nosso que é animal e material. Moisés viu o corpo de D'us pelas costas. (Shemot, Êxodo 33:22,23).

Se multiplicarmos o número 111 x 7 teremos como resultado 777, outra vez temos as três essências representadas, pois sete é número perfeito e completo ou o número de D'us e do seu dia (shabat). Mas se multiplicarmos 111 x 6 (número de homem imperfeito e incompleto) = 666. O homem sem D'us é imperfeito e incompleto no corpo, na alma e no espírito; O valor de cada uma dessas essências é seis e elas juntas formam o número 666. Ap. 13:18.

4). Valor numérico de GORBATCHOV no hebraico:

A soma das letras, na primeira hipótese usando o vocábulo (shuvêi) é a seguinte:

Total = 999 que de cabeça para baixo é 666. Ou então somamos com 111 (Mikhail) = 1.110 x 6 = 6.660 divididos por 10 (os dez chifres ou 10 reis do império da besta, Apocalipse 17:12-14) = 666.

Usando a outra palavra (sho’avei) temos o seguinte resultado numérico:

Total = 1.000 x 111 (Mikhail) = 111.000(Gorbatchov) x 6 (nº do homem) =
666.000 (Gorbathov) + 666 (Mikhail) = 666.666

No hebraico se lê da direita para a esquerda, o que equivale a dizer que o número 666 continua a ser Mikhail e 666.000 é Gorbatchov.

5). Significado das letras de MIKHAIL GORBATCHOV no hebraico:

מ (água) Tirarei a ÁGUA (acabar com a religião)

י (mão) com a minha MÃO

כ (palma ou mão curva) ENCURVADA

א (boi) roubarei o BOI

י (mão) sim, com a MÃO

ל (aguilhão) o prenderei num AGUILHÃO.

ג (camelo) Puxarei o CAMELO

ו (gancho) com um GANCHO

ר (cabeça) na CABEÇA,

ב (casa) entrarei na CASA (בית המקדש/Templo/Jerusalém)

ע (olho) com o OLHO (olhar desafiador)

ת (cruz) na CRUZ, (símbolo do Mashiach sacrificado)

ש (dente) morderei com o DENTE

ו (gancho) o ANZOL

ב (casa) e quebrarei a CASA

י (mão) com a minha MÃO.

Esse é o mau desígnio de Gog:

“Assim diz o Senhor: E acontecerá, naquele dia, que terás imaginações no teu coração e conceberás um mau desígnio. E dirás: Subirei contra a terra das aldeias não muradas, virei contra os que estão em repouso, que habitam seguros; todos eles habitam sem muro e não têm ferrolho nem portas; isso a fim de tomar o despojo, e de arrebatar a presa, e tornar a tua mão contra as terras desertas que agora se habitam e contra o povo que se ajuntou dentre as nações, o qual tem gado e possessões e habita no meio da terra”. Ez. 38:10-12.

Ele quer despojar Israel.

E usando a outra palavra (sho’avei) só mudaria a 14ª letra, como segue:

ש (dente) morderei com o DENTE

א (boi) o BOI

ב (casa) e quebrarei a CASA

י (mão) com a minha MÃO.


III – SIGNIFICADO DO NOME MIKHAIL GORBATCHOV, NO GREGO, VALOR NUMÉRICO E SIGNIFICADO DE MOSCOU E RÚSSIA NO GREGO E NO HEBRAICO:

1). MIKHAIL, como já dissemos, é de origem hebraica, e já sabemos seu significado, o que nos resta apenas saber é o seu valor numérico.

Embora na transliteração do hebraico para o grego tenha sido usada a letra χ (qui) em lugar de κ (capa), para que a soma seja 666, transliteraremos do hebraico para o grego usando κ (capa) e não χ (qui), pois na fonética não faz diferença nenhuma.

Na Brit ha Chadasha, Nova Aliança na língua grega esse termo é: Μιχαὴλ, Micael. Judas 9.

Usando a letra κ (capa) = Μικαιλ (Mikail).

Dessa forma o seu valor numérico é igual a 111, idêntico ao hebraico, que multiplicado por seis (nº de homem) é igual 666. Número que representa a imperfeição do homem sem D'us. Imperfeito no corpo, na alma e no espírito, nunca chega ao sétimo dia, o SHABAT (descanso).

2). GORBATCHOV, nós chegamos a uma conclusão que pode ser formada com os prefixos de três palavras gregas:

a) γοργος, gorgós = terrível

b) βατια, batía = espinho

c) ξουθος, xoutós = amarelo / dourado (A cor da foice e do martelo na bandeira da Rússia).

No grego não existe a letra V; como no latim o V é usado no lugar de U, então consideramos o ÚPSILON no lugar do V.

A interpretação ficaria assim: “O TERRÍVEL ESPINHO DOURADO”.

Existe ainda uma outra palavra grega que também tem como prefixo γορ (GOR), é a palavra γοργω, GORGO (GÓRGONA); é o nome de três monstros lendários. Tinham o poder de converter a quantos contemplassem (o “carisma” de um líder). Não que acreditemos em lendas, mas aqui retrata a influência do poder do mal naqueles que não têm o D'us verdadeiro como seu escudo.

Os monstros eram três irmãs: MEDUSA / EURÍALE / ESTENO.

O valor total da palavra γορβατξου, Gorbatchov no grego é 1.006 que multiplicado por 111 (Mikhail) é igual a 111.666, menos 666 = 111.000 x 6 = 666.000 + 666 = 666.666

3). Significado de MOSCOU E RÚSSIA no grego:

a) Cidade de Moscou em grego é πολις μοσκου, Polis Moscou. E como o termo Moscou está no genitivo, indicando posse, teremos a seguinte tradução: CIDADE DE UM FILHOTE ou UMA CIDADE DE UM FILHOTE.

b) O termo grego ρυσιος (rússios) significa PROTETOR, SALVADOR, O QUE DÁ OU TOMA POR COMPENSAÇÃO O DESPOJO, e a Rússia se encaixa muito bem nisso.

1). Significado de Moscou e Rússia no hebraico, também tomando por base a fonética e a transliteração, pois não são palavras de origem hebraica e sim do alfabeto grego ou cirílico:

a) MOSCOU – pode ser formada de duas palavras hebraicas:

משה, Moshe = Moisés (puxando para fora).

כל, kol = (tudo, todo).

Significa dizer que D'us puxará Gog com todo seu exército para fora de Moscou.

b) RÚSSIA – Abaixo seguem duas palavras hebraicas, que juntas formam uma fonética parecida com o termo RÚSSIA:

חושי, chussi (ch = rr), (apressar) “...aquele que crer não se apresse.” Is. 28:16.
“Visto que os meus pensamentos me fazem responder, eu me apresso”.
Jó 20:2.

שאיה
, s'iah = (destruição, desolação) “Na cidade, só ficou a desolação, e, com estalidos, se quebra a porta.” Is. 24:12.

“Prepara-te, sim dispõe-te, tu e todas as tuas congregações...”
Ez. 38:7.


CONCLUSÃO:

Moscou, a cidade de um filhote que toma o despojo por compensação e como um salvador ou protetor puxa todo o seu exército para fora, apressando a destruição, não poderá livrar-se do juízo de D'us sobre si.

“E subirás contra o meu povo de Israel, como uma nuvem, para cobrir a terra; no fim dos dias, sucederá que hei de trazer-te contra a minha terra, para que as nações me conheçam a mim, quando eu me houver santificado em ti aos seus olhos, ó Gogue.” Ez.38:16.

“E contenderei com ele por meio da peste e do sangue; e uma chuva inundante, e grandes pedras de saraiva, fogo e enxofre farei cair sobre ele e sobre as suas tropas, e sobre os muitos povos que estiverem com ele. Assim, eu me engrandecerei, e me santificarei, e me farei conhecer aos olhos de muitas nações; e saberão que eu sou o SENHOR.”Ez.38:22-23.

“... Quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima”. Lc. 21:28.

Por tudo isso entoemos então essa linda canção de Tehilim, Salmos 137:1-6.

אִם-אֶשְׁכָּחֵךְ יְרוּשָׁלִָם - Im eshkachekh Yerushalaim - Se eu me esquecer de ti Jerusalém...

תהילים פרק קלז

א עַל נַהֲרוֹת, בָּבֶל--שָׁם יָשַׁבְנוּ, גַּם-בָּכִינוּ: בְּזָכְרֵנוּ, אֶת-צִיּוֹן.
ב עַל-עֲרָבִים בְּתוֹכָהּ-- תָּלִינוּ, כִּנֹּרוֹתֵינוּ.
ג כִּי שָׁם שְׁאֵלוּנוּ שׁוֹבֵינוּ, דִּבְרֵי-שִׁיר-- וְתוֹלָלֵינוּ שִׂמְחָה:
שִׁירוּ לָנוּ, מִשִּׁיר צִיּוֹן.
ד אֵיךְ--נָשִׁיר אֶת-שִׁיר-יְהוָה: עַל, אַדְמַת נֵכָר.
ה אִם-אֶשְׁכָּחֵךְ יְרוּשָׁלִָם-- תִּשְׁכַּח יְמִינִי.
ו תִּדְבַּק-לְשׁוֹנִי, לְחִכִּי-- אִם-לֹא אֶזְכְּרֵכִי:
אִם-לֹא אַעֲלֶה, אֶת-יְרוּשָׁלִַם-- עַל, רֹאשׁ שִׂמְחָתִי.

»SALMOS [137]

1 Junto aos rios de Babilônia, ali nos assentamos e nos pusemos a chorar, recordando-nos de Sião.
2 Nos salgueiros que há no meio dela penduramos as nossas harpas,
3 pois ali aqueles que nos levaram cativos nos pediam canções; e os que nos atormentavam, que os alegrássemos, dizendo: Cantai-nos um dos cânticos de Sião.
4 Mas como entoaremos o cântico de HaShem, D'us em terra estrangeira?
5 Se eu me esquecer de ti, ó Jerusalém, esqueça-se a minha destra da sua destreza.
6 Apegue-se-me a língua ao céu da boca, se não me lembrar de ti, se eu não preferir Jerusalém à minha maior alegria.


Rio de Janeiro, RJ, 21 de setembro de 1991.

(Revisado e complementado em novembro de 2008).

Autor:

פולוס וואלי ✡

Nota sobre minha assinatura:

Origem judaica dos sobrenomes Valle, Vale.

פולוס - Polos / Paul / Paulo

וואלי - Valley / Valle / Vale

Porque o meu sobrenome Vale deveria ser com duas letras "L", mas por um erro do Cartório só tem uma.

Portanto, abaixo faço referência a um Rabino de renome com esse sobrenome Valle (וואלי):