quarta-feira, 31 de março de 2010

E tu, Beit Lechem Efratah - Uma profecia sobre o nascimento do Mashiach



Shalom chaverim!

Eis aí um texto de difícil interpretação e também muito polêmico do תנ"ך, Tanakh, mas para aqueles que têm a iluminação do רוּחַ אֱלֹהִים, Ruach Elohim, Espírito de D'us o mesmo se torna também muito claro e fácil de se entender, vamos investigar o texto:

וְאַתָּה בֵּית-לֶחֶם אֶפְרָתָה, צָעִיר לִהְיוֹת בְּאַלְפֵי יְהוּדָה--מִמְּךָ לִי יֵצֵא, לִהְיוֹת מוֹשֵׁל בְּיִשְׂרָאֵל; וּמוֹצָאֹתָיו מִקֶּדֶם, מִימֵי עוֹלָם

"Vê atah Beit Lechem Efratah, tsair lihyiot be-alfei Yehudah mimchá li yetse lihyiot moshel b’ Israel. Umotsaotav mi-qedem miyemei olam."
(מיכה פרק ה:א, Mikhah 5:1, Miquéias 5:2).

"E tu, Beit-Lechem (Belém - casa do pão) Efratah (frutífera ou fértil), embora sejas pequeno entre os Clãs de Judah, de ti sairá para mim aquele que será líder em Israel. E suas origens são desde o princípio, desde os dias da eternidade."
(Miquéias 5:2).

Uma tese defendida por um judeu tradicional.

E tu (homem), Beit Lechem Efratah, pequeno para estar entre os milhares de Judá, de ti (tua descendência) me sairá o que está para ser governador em Israel. E suas origens são desde a antiguidade, desde os dias antigos.

Há dois problemas nesse texto, o primeiro é que as cidades do hebraico são sempre tratadas no feminino (V'At) e o texto é todo no masculino (V'Atah), portanto uma simples leitura basta para perceber que este texto fala de um homem chamado Bet-Lehem e não da cidade de Belém, outro problema é o termo erroneamente traduzido como "dias da eternidade" onde é bem sabido que a verdadeira tradução é "dias antigos", poderia até ser uma falha de tradução, mas como acontece em outros textos percebe-se que é uma grosseira adulteração pois a expressão "yemei olam" é traduzida como "dias antigos" em outras partes da mesma Bíblia, confiram:

עָרְבָה, לַיהוָה, מִנְחַת יְהוּדָה, וִירוּשָׁלִָם--כִּימֵי עוֹלָם, וּכְשָׁנִים קַדְמֹנִיֹּת.

Vê-orvah l’HaShem minchat Yehudah, Viyrushaláim kiyemei olam ukheshanim qadmoniot

E será agradável ao S-nhor a oferta de Judá e de Jerusalém, como nos dias antigos, e como nos primeiros anos.

Naturalmente Jerusalém e Judá não existiram desde os “dias da eternidade”!! Assim a tradução segue a lógica!

Assim, as origens [linhagem, procedência] daquele que viria a ser um governador em Israel e que descendia de um homem chamado Beit Lechem Efrata (1 Crônicas 2:50-51 e 4:4, ) [Belém] do clã efrateu [Efrata] vinha dos “dias antigos”, pois o mesmo Beit Lechem era ancestral e tronco de toda a linhagem davídica.


relojes web gratis



Data e hora local em Israel



Interpretação judaica messiânica supondo que essa profecia também se refira a um homem, conforme essa tese acima defendida por esse judeu tradicional.

Consideremos então que o profeta se referia a um homem e também a um lugar, conforme segue abaixo:

Então vamos supor que o Mashiach procederia não apenas do homem chamado Beit Lechem Efratah, mas também da cidade chamada Beit-Lechem. E que o pronome pessoal אַתָּה, Atah (segunda pessoa do singular masculino) tenha sido usado para referir-se ao homem, mas também para referir-se a Beit-Lechem, Casa do Pão (beit - substantivo singular masculino) que nesse caso é Belém, lugar ou local onde nasceria o Mashiach da linhagem davídica.

E os dias antigos ou as origens do homem chamado Beit Lechem Efratah falariam também dos dias antigos (eternidade), da procedência do Mashiach, porque Yeshua antes de ser gerado fisicamente no ventre de sua mãe מִרְיָם, Miriam, ele foi gerado metafisicamente pelo Eterno numa determinada era da eternidade. (Mishlei, Provérbios 30:4 – Yochanan, João 1:1-3,10,14,18; 17:1-8).

Portanto, ainda que essa profecia falasse do advento de alguém que surgiria da descendência do suposto homem chamado Beit Lechem Efratah, para governar Israel durante um certo período, ela também falaria principalmente do advento maior, o do nascimento do Mashiach, o qual ocorreria no מקום, macom, lugar ou local, em Beit-Lechem, conforme foi demonstrado acima.

Interpretação judaica messiânica refutando essa tese defendida por esse judeu tradicional de que essa profecia se refira a um homem e não a cidade de Belém.

Tradução do texto do Tanakh de Miquéias 5:1 ou 5:2 em outras Bíblias:

"E tu, Beit-Lechem (casa do pão) Efratah (frutífera ou fértil), embora sejas pequeno entre os Clãs de Judah, de ti sairá para mim aquele que será líder em Israel. E suas origens são desde o princípio, desde os dias da eternidade."
(Miquéias 5:2).

Nota:

Em hebraico todas as letras são iguais, isto é, não há dois tipos de letras - maiúsculas e minúsculas, como em nosso idioma. Por isso mesmo o termo "beit-lechem efratah" não dá margem nenhuma para se interpretar como sendo o nome próprio de um homem, mas ao ser traduzido para o português obviamente se usou letras maiúsculas por se tratar do nome próprio da cidade de Belém.

O profeta Miquéias estava se referindo mesmo a בֵּית-לֶחֶם, Beit-Lechem, Casa do Pão, a cidade de Belém, local ou lugar onde o Mashiach nasceria, porque בֵּית, BEIT (casa) em hebraico é um substantivo singular masculino. E por isso mesmo foi usado o pronome pessoal אַתָּה, Atah (segunda pessoa do singular masculino) para referir-se a Belém, Casa de Pão, ao מקום, "MACOM" (substantivo singular masculino), LUGAR ou LOCAL, o qual está nas entrelinhas a nível de סוד, Sod, segredo ou mistério descrito na קבלה, Kabalah, que nesse caso é Beit-Lechem, lugar ou local onde nasceria o Mashiach da linhagem davídica.

Exemplo bíblico de uma cidade sendo mencionada pelo substantivo masculino מָּקוֹם, macom:


בראשית פרק כח:יט

"E chamou aquele lugar (מָּקוֹם - macom) Betel; porém o nome da cidade antes era Luz."

(Gênesis 28:19).

Nota:

"Sod - É o nível mais profundo de compreensão da Torah, e consiste de buscar os segredos mais profundos por trás dos textos bíblicos. É a kabalah propriamente dita, ou seja, a revelação mística da Bíblia, verdades que mudam vidas de forma sobrenatural. Também pode ser usado na guematria, que consiste de utilizar os valores numéricos das letras hebraicas (pois antigamente as letras hebraicas serviam de números também)."

Eis aí o texto de Micah, Miquéias 5:1 na Septuaginta:


"E tu Belém, casa de Efratah embora sejas pequeno entre os clãs de Judah, de ti sairá para mim aquele que será líder em Israel. E suas origens são desde o princípio, desde os dias da eternidade."

É interessante notar que os 72 (setenta e dois) cohanim, sacerdotes tradutores do Tanakh para o grego usaram nesse texto a expressão "καὶ σύ *βηθλεεμ οἶκος τοῦ Eφραθα" [e tu, Belém Casa de Efratah], ou seja, eles traduziram o texto hebraico como sendo o nome da cidade e não como o nome de um homem. Além disso o termo [οἶκος - casa] é um substantivo singular masculino em grego. E mais interessante ainda é o fato de que a tradução da Septuaginta termiou antes do nascimento de Yeshua.

"The King Messiah... from Where does he come forth? From the royal city of Bethlehem in Judah." [Jerusalem Talmud, Berakoth 5a]

Tradução:

"O Rei Messias... de onde ele vem? Da cidade real de Belém em Judá."

Além disso há quem diga que a tese sobre a referência a uma pessoa e não a cidade, no texto de מיכה פרק ה:א, Mikhah 5:1, Miquéias 5:2 foi disseminada na Internet por um professor universitário norteamericano chamado Dr. Vilson, que se apresenta como expastor de uma igreja cristã.

E o Mashiach é desde a eternidade sim, porque Yeshua antes de ser gerado fisicamente no ventre de sua mãe מִרְיָם, Miriam, ele foi gerado metafisicamente pelo Eterno numa determinada era da eternidade. (Mishlei, Provérbios 30:4 – Yochanan, João 1:1-3,10,14,18; 17:1-8).

Saibam mais sobre essa e outras profecias referentes ao Mashiach acessando os links abaixo:


“E tu Belém Efrata – Pois David saiu como lemos (I Samuel 17:58): ‘seu servo Jessé de Belém.’ E Belém é chamada Efrata, como é dito (Gênesis 48:7): ‘no caminho de Efrata, que é Belém.’ E ‘Tu Belém Efrata és a menor no clã de Judá’ – Isto é dito por causa do estigma de Rute, a Moabita (conversa). ‘E de ti sairá o que governará (Rei Messias) Israel, cujas saídas são desde os tempos antigos, desde a Eternidade. – O Messias Filho de David. Como é dito: (Salmos 118:22): ‘a pedra que os construtores rejeitaram se tornou a pedra fundamental’. E sua origem é muito antiga - como é dito: ‘antes do sol existir seu nome é יִנּוֹן, Yinon’ (Salmos 72:17).”


E finalizando esse tópico vejamos esse maravilhoso vídeo e ouçamos também essa lindíssima canção:

Miami Boys Choir - Oifen Pripitshik


השיר המרגש "אויפן פריפעטשיק" מושר בבית הכנסת במסגרת טקם קבלת ספר תורה של תלמידי בית חינוך בר-לב בפתח תקוה.

A balada que atrai "Oifen Pripitshik" cantado em casa, dentro do quadro técnico deles, na recepção do livro da Torah dos estudantes da casa de educação filho de coração em larga esperança.

Chag Pêssach Sameach ve lehitraot.

פולוס וואלי ✡


Nota sobre minha assinatura:

"Origem judaica dos sobrenomes Valle, Vale.

פולוס - Polos / Paul / Paulo

וואלי - Valley / Valle / Vale

Porque o meu sobrenome Vale deveria ser com duas letras "L", mas por um erro do Cartório só tem uma.

Portanto, abaixo faço referência a um Rabino de renome com esse sobrenome Valle (וואלי):



Postar um comentário